Este website utiliza cookies por defeito. Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação neste website. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Consulte as nossas Condições de Utilização e Privacidade para saber mais.

Plano Diretor de Saneamento e Drenagem de Díli

Plano Diretor de Saneamento e Drenagem de Díli
Plano Diretor de Saneamento e Drenagem de Díli
Plano Diretor de Saneamento e Drenagem de Díli

A Implementação do Plano Diretor de Saneamento e Drenagem de Díli foi efetuada por fases.

Na 1ª Fase foram recomendadas várias intervenções para criar um sistema de drenagem eficaz na cidade de Díli, com o objetivo de reduzir os riscos de inundação e o seu impacto sobre a população.

No que diz respeito à componente de drenagem, as intervenções previstas para a Fase 2 nas redes de drenagem urbana e fluvial incluíam: a atualização de base de dados, a reavaliação das intervenções propostas na Fase 1 e os projetos de execução das obras.

As intervenções propostas foram a reabilitação de canais principais existentes, numa extensão total de 21 km e a construção de novas infraestruturas nomeadamente:

  • Novos canais principais, com extensão total de 10 km;
  • Bacias de retenção, totalizando 12,2 ha / 75 500m3;
  • Regularização fluvial, para aumentar a capacidade de transporte dos rios ao longo das áreas urbanas, numa extensão total de 11,9 km;
  • Reabilitação de duas bacias de retenção de sedimentos existentes nos troços de montante dos rios.

A atualização de dados do Plano Diretor incluiu:

  • Mapeamento topográfico da cidade de Díli, por meio de fotogrametria-aérea e Laser Profiling (LiDAR);
  • Dados hidrológicos;
  • Cadastro da rede de drenagem existente;
  • Levantamento topográfico detalhado de singularidades no leito dos rios.

Os levantamentos de campo tiveram por objetivo identificar:

  • Características da rede de drenagem;
  • Áreas servidas pela rede de drenagem (canais abertos e enterrados);
  • Problemas na rede a serem corrigidos.

Os Projetos de Execução das intervenções previstas para a melhoria da rede de drenagem urbana e de regularização fluvial, incluíram:

  • Estudo hidrológico;
  • Modelação hidráulica da rede de drenagem urbana , 30 km de canais e coletores dos cinco rios: Maloa, Kuluhun, Santana, Bemori e Becora;
  • Definição das obras de remodelação da rede de drenagem urbana e de regularização fluvial.

Foram ainda ministradas Ações de Formação em Hidrologia e Drenagem aos técnicos da DNSB (Direção Nacional de Saneamento Básico de Díli).

Intervenção

Projeto de Execução

Download PDF

Valor da Obra

12 Milhões

Data

2014 - 2014

Cliente

AdP TIMOR-LESTE

Empresas

TPF Consultores, TPF Timor

Sectores

Partilhe este Projeto

Partilhe este Projeto