Este website utiliza cookies por defeito. Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação neste website. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Consulte as nossas Condições de Utilização e Privacidade para saber mais.

Aproveitamento Hidroagrícola do Rio das Amieiras

Aproveitamento Hidroagrícola do Rio das Amieiras
Aproveitamento Hidroagrícola do Rio das Amieiras

O EIA incluiu a caracterização da situação de referência de modo a identificar e limitar zonas sensíveis do ponto de vista ecológico e arqueológico/arquitectónico, que pudessem condicionar a execução das várias obras, traçados de acessos, local do estaleiro, local de manchas de empréstimo, etc.; a identificação, previsão e avaliação dos impactes positivos e negativos durante a fase de construção, operação e manutenção do aproveitamento, e após o seu abandono e desactivação; a definição de um conjunto de medidas de minimização dos impactes negativos, gerados pela construção e operação do aproveitamento; a análise de risco de ruptura; a descrição de um plano de monitorização dos recursos hídricos a serem afectados; e a descrição de Planos de Acompanhamento da Obra (Ambiental, Arqueológico e Geológico).

A barragem e a sua albufeira constituirão a fonte de abastecimento de água para rega do Aproveitamento Hidroagrícola do Rio das Amieiras, beneficiando uma área de 202 ha. Terá um coroamento com 160 m de desenvolvimento e 7 m de largura. O volume total de aterro será de 130 dam3. A área inundada será de 12,6 ha, permitindo um armazenamento total de 918 dam3.

Intervenção

Projeto de Execução

Estudo de Impacte Ambiental

Download PDF

Valor da Obra

5,7 Milhões

Data

2004 - 2006

País

Cliente

DRABI - Direcção Regional de Agricultura da Beira Interior

Empresas

TPF Consultores

Sectores

Partilhe este Projeto

Partilhe este Projeto